segunda-feira, 19 de junho de 2017

3 Maneiras de sair da sua Zona de Conforto na Fotografia

Com certeza vocês já devem ter reparado, mas eu amo cores, principalmente tons que me lembrem o outono. Por esse mesmo motivo, minhas fotos preferidas sempre são feitas durante a estação.
Quando eu comecei a fotografar, tive uma  grande dificuldade para aceitar que minhas fotos eram boas. Simplesmente não via beleza nelas. Ao decorrer dos anos eu descobri que isso só acontecia porque eu me confundia em relação aos tons de cor da foto. Como assim Lukas? Sabe quando você quer colocar muita informação em uma fotografia e depois na hora de editar nenhum filtro fica bom, pois cada filtro age de uma maneira em cima de cada cor presente na sua foto e raramente você encontra uma que deixe todas harmoniosas? Então, eu demorei muito para notar isso e aprender a corrigir. Além disso, mantive o costume de fotografar apenas na minha casa, tanto que muitos leitores que acompanham o blog a um certo tempo, vão se lembrar que no começo do blog a maioria das fotos eram feitas no meu quarto.
Créditos ao artigo original escrito pela Vanessa do blog, Safelight-room. Texto adaptado para se encaixar nos padrões do blog.
Então, recebi um artigo de um amigo sobre a importância de sair da sua zona de conforto na fotografia e como isso pode te ajudar a aperfeiçoar seu trabalho.
Zona de Conforto nada mais é que do que um estado de espírito, onde nos acostumamos com algo de uma forma que aquilo acabou se tornando rotina, ou normal. Algo que praticamos diariamente sem nem perceber. 
Então, resolvi me desafiar algumas vezes, combinar tons e experimentar novos ângulos que favorecessem os tons da minha fotografia, para definitivamente sair da minha zona de conforto. Acredito que nós aprendemos e evoluímos conforme nos desafiamos a fazer ou experimentar algo novo. Por tais motivos, escolhi 3 itens que podem parecer bobos, mas que vão te ajudar a fazer o mesmo que eu, se desafiar para descobrir onde você está errando e consequentemente melhorar seu trabalho! 
1. Participe de um desafio fotográfico.
Em meio a era digital que vivemos, o mais existem são desafios fotográficos esperando você! haha Sério, isso não é brincadeira. Caso você esteja perdido vou te recomendar um. O Desafio Primeira é meu favorito, ele foi criado pela Luh Testoni do blog luhtestoni.com e consiste em seguir uma lista preparada por ela, onde você terá um tema para fotografar cada dia do mês. Esse desafio ajuda na parte criativa e principalmente vencer as barreiras da procrastinação.
Modelo: Débora Carvalho
2. Fotografe o que você acha que não gosta.
Juro, eu sempre tive muito problema em fotografar pessoas, a alguns anos eu achava que jamais seria capaz de fazer tal coisa, e hoje eu to como? Trabalhando com ensaios de alto retrato, acredita nisso?! Então, assim como tudo na vida a gente precisa arriscar, para conseguir abrir novas portas e encontrar novas oportunidades. 
Lembro-me até hoje da primeira pessoa que eu fotografei, foi uma amiga minha muito querida, que estava morrendo de vergonha e eu estava ainda mais nervoso, porém no meio daquilo tudo comecei a me divertir fazendo aquelas fotos e foi então que eu descobri, era apenas insegurança de nunca ter tentado antes.
Modelo: Débora Carvalho
3. Use a natureza e as condições climática a seu favor.
Tenho quase certeza que vocês assim como eu, também amam a luz natural então use isso a seu favor. Escolha seu tipo de foto e veja se ele vai ficar melhor ao nascer ou por do sol, durante ou dia ou durante anoite, na chuva ou em um lugar seco. Isso vai te ajudar demais, pode acreditar em mim.
Agora use tudo isso junto com, buscar novos ângulos, testar novos tipos de edição, procurar pessoas com personalidades diferentes das que você está acostumado e praticar o habito de fotografar diariamente, que você irá se dar muito bem na área. Confia que vai.
Assim como muitas coisas na vida, fotografia exige prática, tempo e esforço. Você vai erra sim, mas precisa trabalhar com a sua mentalidade e entender, os erros tem tanto a ensinar quanto os acertos.
Essas foram minhas três dicas Topíssimas para vocês hoje, espero que elas sejam úteis. Me contem aqui nos comentários o que acharam.
Um abraço, até logo!  

8 comentários:

  1. Caraca arrasou! Suas dicas são super validas e reais, e maravilhoso quando saímos da nossa zona de conforto e descobrimos ângulos incríveis da fotografia.

    Beijão grazi
    www.grazicardoso.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado sua Linda <3 Fico feliz que tenha gostado do post.
      Sim, exatamente. haha
      Beijos!

      Excluir
  2. Nunca comentei aqui no seu blog, sou um desses leitores "fantasmas". Contudo nesse momento senti a necessidade de comentar e espero que não me leve a mal.

    É de bom gosto dar os créditos ao artigo original. Muitos dos seus leitores, assim como eu, devem ler outras publicações de fotografia e podem conhecer a publicação original. Sem os créditos o texto se torna um plágio, principalmente porque você escreveu muitos trechos como o original, mudando apenas uma palavra aqui e outra ali para sinônimos, mudando a ordem das frases. Acredito que o ideal seria citar o autor do texto original e dizer "assim como ele, eu gosto ou faço ou passei pela experiência (...), concordo com essa dica aqui (...)". Do contrário seu texto parece uma cópia parcial de um trabalho.

    Você acrescentar mais coisas - como experiências pessoais - não muda o fato de se tornar um plágio sem citar explicitamente a fonte.

    Mais uma vez, espero que não me leve a mal pelo comentário. Creio que essa orientação possa beneficiar a você e a outra parte envolvida, a qual certamente ficará feliz em ser lembrada na sua postagem. Para mim e seus outros leitores, tal atitude geraria confiabilidade no seu trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alex, bom dia.
      Agradeço sua preocupação. Os créditos ao artigo original já foram anexados no início do texto, afirmo que isso não virá a acontecer novamente.
      Obrigado!

      Excluir
  3. Adorei as dicas, eu acho muito interessante e essencial sair da zona de conforto, em todos os sentidos da vida, de vez em quando. Faz um bem pra gente. Rotina é ótimo para nos manter organizados mas mata a criatividade :/
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Betânia, concordo plenamente com você.
      Juro que eu passo pelo mesmo dilema, não consigo ser uma pessoa criativa mantendo rotina.
      Um beijo, obrigado pelo carinho <3

      Excluir
  4. Dicas otimas, acho esses desafios fotograficos super mara, nunca participei de nenhum mas ainda quero.
    madrugadaestrelada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Marjorie, fico super feliz em saber disso.
      Também amo esses desafios. Quando puder, participa de um, você vai amar haha
      Beijos! <3

      Excluir